sábado, 9 de janeiro de 2010

Um mais um

Te vejo passar e não consigo entender
como posso não me apaixonar.
Você é linda, divertida, cativante,
mas nem isso chega a ser suficiente.

Poderia ser vago e dizer
simplesmente que o problema sou eu,
mas não posso ser tão desonesto
e afirmar que meu ego é modesto.

Você é fácil de ser lida,
é simples de se compreender.
Talvez por isso sozinho eu vá me manter,
pois meu coração, por você, não bate diferente.

Nem por mil léguas andaria,
muito menos morreria por um beijo teu.
O mistério que contigo não nasceu
é o que aflora meu modo exigente de ser.


Thiago Assis F. Santiago
www.twitter.com/euthiagoassis

14 comentários:

  1. Tem que ter mistério!

    Linda poesia.

    :*

    ResponderExcluir
  2. Se não for misterioso, não é amor. Se não tiver contradição, não é amor ;)
    Seus textos são lindos *-*
    Seguindo :*

    ResponderExcluir
  3. Coitada da moça,rsrs
    Veja como é o ser humano: Logo aquela pessoa que está ali aberta e facil de se entender e por isso mesmo de se conviver é exatamente aquela que não queremos.
    ahh,seres humanos...


    Linda poesia ! parabéns

    tem texto novo lá

    ResponderExcluir
  4. o que podemos fazer se o coração é bastante exigente, ão temos como ir contra ele, se querendo o não é ele que nos guia, tudo o que podemos dizer " é dessa vez não deu, sorry"

    amei *-*

    ResponderExcluir
  5. Em resposta vos digo
    como gostaria de poder fazer-lhe apaixonar.
    Por mais que eu não seja o suficiente,
    seria perfeito ter-me em sua mente.

    Posso ser fácil de ser lida, compreendida.
    E você com sua solidão, que precisa ser suprida.
    Não existe modestia ou culpa.
    Apenas a oportunidade não compreendida.

    Não lhe peço que ande sobre as águas,
    muito menos que morra por um beijo meu.
    Apenas permita desabrochar,
    meu amor que nunca foi realmente seu.

    - haha, engraçado. não sou boa nisso. =)

    Adorei a poesia! vou postar no meu blog essa resposta.
    Seguindo você agora.

    ResponderExcluir
  6. Linda poesia.Acho extremamente encantador o mistério e o jogo de palavras do texto.
    =D

    ResponderExcluir
  7. Se pudéssemos entender o que tem dentro de uma única cabeça humana, com certeza não existiriam, no mundo, mais mistérios insolúveis.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  8. Linda poesia, porém confesso que me senti umpouco triste colocando-me no lugar da moça. Talvez porque às vezes, eu também seja facilmente interpretada.
    Mas admito que mistérios são sempre interessantes.
    -
    Também gostei da resposta (fictícia?) que "Mariana L." escreveu como comentário.

    ResponderExcluir
  9. Você é linda, divertida, cativante,
    mas nem isso chega a ser suficiente

    meu deus... ela é simples demais?

    ei,passou no vestibular?
    beijos
    e feliz 2010

    ResponderExcluir
  10. Pois é, super identifiquei! -rs;
    O mistério, o desconhecido, o que surpreende é o que muitas vezes causa a paixao.
    Pelo menos no meu caso, tem que ter... algo.

    ResponderExcluir
  11. Haha, fictícia sim, só um jogo de palavras =)

    ResponderExcluir
  12. Sem mistério não tem graça amar. Quando deciframos tudo de uma pessoa fica um marasmo!

    ResponderExcluir
  13. não faz sentido a relação
    o entendimento
    a visão

    não faz sentido

    relatividade demais
    para algo essencialmente simples

    o que não é
    não é
    meias palavras apenas criam falsas ilusões
    e arrendam imensas áreas
    para monstruosos buracos

    ResponderExcluir

Por favor, se for para comentar apenas Bom texto, passa no meu blog nem se dê ao trabalho.

Conto com a compreensão de vocês quanto a isso, pois creio que não gostam quando isso acontece em seus blogs.

No mais, obrigado pelo comentário.