sábado, 16 de abril de 2011

No meio de tudo, você

No meio do nada havia um tudo.
No meio do tudo, um ponto.
No meio do ponto, uma galáxia.
No meio da galáxia, um planeta.
No meio do planeta, um continente.
No meio do continente, um país.
No meio do país, um limite.
No meio do limite, uma cidade.
No meio da cidade, um campo.
No meio do campo, uma flor.
E além da flor, tudo, tudo isso para você,
Morena.


Thiago Assis F. Santiago  
www.twitter.com/euthiagoassis

12 comentários:

  1. Que legal esse poema...gostei.
    abraços

    ResponderExcluir
  2. No meio de tudo sempre tem tudo ,e sempre alguem para amar ,algo de especial !

    ResponderExcluir
  3. As vezes me sinto sozinha no meio de tudo...

    ResponderExcluir
  4. Ah, essa Morena inspirando você. Que lindo! =)
    É sempre bom conseguir ver o que é especial assim, a esse ponto.

    ResponderExcluir
  5. E no meio disso tudo muita criatividade para se segui em frente

    Muito bacana o texto!

    To de blog novo!

    Espero vc lá!

    Tiago Conselheiro
    (embuscadeumconselho.blogspot.com)

    ResponderExcluir
  6. E tudo o que vibra dentro de você... lindo.

    ResponderExcluir
  7. nuss sou apaixonada pela sua paixão por morenas
    kkkkkk
    Me sinto lisonjeada, apesar de saber que não é para mim kkk
    parabéns, amo seus textos

    ResponderExcluir
  8. Essas morenas que ponteiam nosso penar!!!
    Abração

    ResponderExcluir
  9. Os gestos simples desta vida têm por trás uma cadeia muito complexa de eventos.

    ResponderExcluir
  10. Ah, a morena :)
    apesar de ter um bom tempo sem ler, acho que você já sabe que ela é minha preferida!

    O título me lembrou uma música do Engenheiros, "no meio de tudo você, me salva da selva"

    :)

    ResponderExcluir
  11. Simples, meigo e maravilhoso! Parabéns, Thiago ;)

    ResponderExcluir

Por favor, se for para comentar apenas Bom texto, passa no meu blog nem se dê ao trabalho.

Conto com a compreensão de vocês quanto a isso, pois creio que não gostam quando isso acontece em seus blogs.

No mais, obrigado pelo comentário.