domingo, 9 de janeiro de 2011

Princesa morena

Com uma elegância peculiar,
desfila na vida a linda morena.
Personalidade forte,
rosto sereno, macio.
Ela chama os olhares.

Com uma sutileza exemplar,
sorri a morena.
Brilho, magia, perfume.
Ela incendia meu ser,
corpo, alma, pele e sonhos.

Com uma beleza de encantar,
se apresenta a meus olhos a morena.
Não apenas se apresenta,
mas os sequestra.
Eles estão bem guardados.

Digna do título de princesa.
Sim,
uma princesa para mim.
Que ilumina as estrelas.
Que brinca de me enfeitiçar.


Thiago Assis F. Santiago  
www.twitter.com/euthiagoassis

9 comentários:

  1. Que brinque nesse balanço bom do amor!

    ResponderExcluir
  2. aaaaaaaaah como essa pessoa é apaixonada rs
    liindo poema. e parabens pela tua princesa hahaha

    beijos

    ResponderExcluir
  3. Já disse um certo filósofo: as loiras são belas, as morenas, sublimes.

    ResponderExcluir
  4. Com traços de ode e uma exacerbação de sensações bem ao estilo romântico, o poema descreve toda essa magia que a tal morena tem de encantar o poeta - apaixonado e enfeitiçado - que a descreve. Gostei muito da forma como essa relação "poeta/ser poetisado" é mostrada (com maestria, como sempre).

    ResponderExcluir
  5. Thiago, bela poesia.

    Venho agradecer seu carinho no blog Não Quero Falar disso,e informar que ele agora mudou de endereço,se você possui ele linkado é necessário atualizar para: www.marginaliasubversivas.blogspot.com

    Bjos

    ResponderExcluir

Por favor, se for para comentar apenas Bom texto, passa no meu blog nem se dê ao trabalho.

Conto com a compreensão de vocês quanto a isso, pois creio que não gostam quando isso acontece em seus blogs.

No mais, obrigado pelo comentário.